Carlos Eduardo é aprovado nos exames e já treina no Egito

Anunciado pelas redes sociais do Pyramids do Egito como “ Um dos mais importantes jovens talentos do Brasil”, Carlos Eduardo foi oficialmente integrado ao Elenco da equipe egípcia.

A comitiva do Goiás Esporte Clube integrada pelo presidente executivo Marcelo Almeida, pelo vice-presidente executivo para assuntos administrativos e financeiros, Rogério Santana, e pelo advogado do clube, João Vicente, acompanhou de perto a recepção de Carlos ao novo clube e presentearam o gerente, nomeado presidente do Pyramids,  Hossam El-Badry, com uma camisa esmeraldina.

O ex-atacante e prata da casa do Goiás Esporte Clube foi aprovado hoje nos exames médicos e fechou contrato de três temporadas com o Pyramids. Carlos e os outros atletas estão concentrados em um hotel em Alexandria, que fica há cerca de trezentos quilômetros da capital Cairo.

O clube que Carlos pertence agora é o “novo milionário” do futebol egípcio. Antes o Pyramids se chamava Al Assiouty Sport, e com a mudança de nome e de patamar de investimentos, a missão da equipe comprada recentemente por Turki Al-Sheikh, ministro dos Esportes da Arábia Saudita, é formar um elenco que brigue por títulos.

A equipe apresentou além de Carlos, os brasileiros Ribamar, Arthur Caíke e Keno. Para o estafe uma equipe cheia de brazucas composta pelo analista de desempenho Gabriel de Oliveira, o preparador de goleiros Danilo Minutti, o auxiliar técnico Fernando Miranda, que trabalhava com o técnico Alberto Valentim no Botafogo. O preparador físico será Ricardo Henriques, e como assistente técnico o argentino Ricardo La Volpe, que já comandou equipes como Boca Juniors e Vélez Sársfield.

Durante esta pré-temporada Carlos vai poder mostrar todo seu potencial em quatro jogos amistosos que o Pyramids tem programado com adversários inclusive de países da Europa.

O ex-atacante esmeraldino, de 21 anos, disse na sua chegada ao Egito,  que nunca vai esquecer o clube que o formou :

“Tô aqui para representar o Brasil, representar minha família, vou estar torcendo para vocês aqui de longe, espero que o Goiás consiga o objetivo que é subir, tô torcendo muito” , complementou Carlos.



Voltar