Goiás se classifica para Campeonato Panamericano de Tiro com Arco

Os atletas Marcelo Roriz e Thiago Pereira, ambos representantes do Goiás Esporte Clube na modalidade Arco e Flecha, se classificaram no último final de semana para o Campeonato Panamericano de Tiro com Arco, que ocorrerá entre os dias 14 a 19 de agosto deste ano, na cidade de Medellín, Colômbia.

A seletiva ocorreu no campo do Centro de Treinamento Edmo Pinheiro, onde 22 atletas de sete estados diferentes concorreram a três vagas na categoria Arco Composto Masculino. A disputa foi vencida pelo paulista Roberval dos Santos e pelos atletas Marcelo e Thiago, que pela primeira vez na história do Goiás, conseguiram ficar, nesta modalidade, entre os três melhores do Brasil.

Segundo o técnico Henrique Junqueira, essa conquista só foi possível devido à parceria com o Goiás. “É um privilégio termos um campo exclusivo para a prática da modalidade. O Goiás é hoje referência no Brasil, tanto pela estrutura, quanto pelo nível dos atletas.”

Com formato seletivo instituído pela Confederação Brasileira desde 2010, esse modelo classificatório coloca todos os atletas sob as mesmas condições climáticas, numa situação de pressão de disputa para avaliar quem possui mais controle e rendimento.

Com 31 participações internacionais, Marcelo Roriz se destaca como um dos atletas mais experientes do Brasil no Arco Composto. Para ele, essa avaliação foi ímpar e excepcional. “Essa seletiva foi diferente e muito especial. O nível técnico dos demais se elevou bastante. É motivo de muito orgulho para o esporte goiano termos dois de três atletas do Goiás na seleção. Isso mostra o quanto o trabalho é bem feito.”

O Tiro com Arco no Brasil teve nos últimos anos um crescimento considerável. De acordo com a Federação Internacional de Tiro com Arco (World Archery), o Brasil está na lista dos países com maior desenvolvimento da modalidade em todo o mundo.

 

Em Goiás

No estado o esporte chegou através dos atletas Henrique Junqueira, atual presidente da federação e Paulo Cerqueira, que em 1999 fundaram a Federação Goiana de Tiro com Arco (Fegotarco). Do início até o momento, muitos nomes como Jaime Câmara Junior, Mauro Sagnori, Túlio Otoni, André Cerqueira, Neila Jane entre outros contribuíram na estruturação e fortalecimento da federação e da modalidade em Goiás.

A parceria com o Goiás Esporte Clube, que disponibiliza uma área no Centro de Treinamento do Parque Anhanguera, tem permitido instituir e implantar ações no aumento de praticantes da modalidade no estado. Atualmente a Fegotarco é uma das poucas federações do país a ter um campo exclusivo para a prática do Tiro com Arco.


Voltar